Técnicos do projeto  de Aquaponia Urbana da Ilha ministraram curso para estudantes do SENAR

aquaponia_urbana Sistema consorcia produção de verduras e peixes

Ilha Comprida- Os estudantes do programa educacional Jovem Agricultor do Futuro do SENAR participaram na quarta 29/04 do curso sobre Aquaponia Urbana na Unidade de Produção e Pesquisas do projeto instalado na rua Maceió, travessa da Av. São Paulo, no balneário Adriana.Com tecnologia americana de ponta, saudável porque é 100% orgânica e sustentável e com forte apelo ao resgate da agricultura familiar,  a aquaponia urbana consiste na produção consorciada de alimentos em viveiros de verduras e tanques com peixes.

O técnico responsável pelo projeto, Rogério Zambarda Bouchet, do Departamento de Desenvolvimento Local da Ilha, explicou que a tecnologia permite que os dejetos dos peixes sejam usados como nutrientes na produção de verduras e, consequentemente, subprodutos das plantas sejam utilizados na alimentação dos peixes.  Segundo ele, a vantagem é que as estruturas para essas produções podem ser instaladas em espaços pequenos, o que incentiva a agricultura familiar.

O técnico afirmou que o curso ministrado aos estudantes do SENAR tem o objetivo  de integrar os jovens agricultores às novas técnicas produtivas de alimentos.” Nossa meta é iniciar a produção de mudas com os jovens para que acompanhem o processo produtivo e façam parte das pesquisas e futuros programas de repasse de tecnologia para as comunidades “, afirmou.

Rogério afirmou que foram colocadas 60 tilápias no tanque de peixes e plantados 290 pés de alface das espécies lisa e roxa nos tanques hidropônicos. “Nosso próximo passo será a implantação do minhocário e o acompanhamento constante da evolução das pesquisas para que possamos, em breve, repassar a tecnologia para a comunidade”. Rogério pesquisa o sistema desde 2011 por acreditar que ele se encaixa com perfeição à vocação ambiental do município.

O diretor do Departamento, Nezinho Lisboa, destacou que trata-se do investimento em novas tecnologias sustentáveis de produção de alimentos e no incentivo à agricultura familiar na Ilha. O projeto de Aquaponia Urbana foi desenvolvido no município com o apoio do consultor técnico Cláudio Alfaro.