CRAS Rocio e Prefeitura preparam culinaristas de alto nível em Iguape

Com o objetivo de formar turmas de profissionais de alto nível preparados para serem absorvidos pela crescente demanda interna da cadeia turística a Prefeitura Municipal de Iguape e o Centro de Referência da Assistência Social – CRAS no Bairro Rocio estão formando a primeira turma de culinaristas de um projeto que visa fixar o jovem na Região e aprimorar o sistema de atendimento em pousadas, hotéis, bares e restaurantes da cidade.

O curso foi uma sugestão pessoal da prefeita Maria Elizabeth Negrão Silva, preocupada cm a crescente demanda do Turismo na cidade. “São dois fatores a serem considerados. Primeiro a formação de profissionais capacitados para assumir gestão de cozinhas e serviços nos estabelecimentos locais, além de termos culinaristas competentes para o preparo de pratos mais sofisticados e com técnicas de atendimento condizente com o padrão dos turistas que recebemos. Hoje cada vez mais exigentes na qualidade dos serviços e produtos que consomem. E por outro lado oferecer oportunidade de fixação na cidade e Região com a possibilidade real e imediata de absorção pelo mercado de trabalho desta categoria, hoje carente de profissionais de alto nível”, explicou a prefeita.

A escolha da equipe de treinamento foi outro cuidado especial do Departamento Municipal de Assistência e Promoção Social, vinculado ao CRAS Rocio. “Escolhemos uma profissional capacitada e que atue na área e a escolha não podia ser melhor. Nossa professora, Márcia Helena Farias, se especializou na área através do Sebrae e Senai e possui restaurante na Barra do Ribeira há 4 anos”, explicou a diretora do Departamento de Assistência e Promoção Social Roselena de Jesus Paiva Fortes.

O CRAS é uma unidade pública estatal que atua como porta de entrada do Sistema Único de Assistência Social (SUAS). O principal serviço ofertado é a Proteção e Atendimento Integral à Família (PAIF), trabalho continuado que visa fortalecer as famílias, prevenindo a ruptura de vínculos, promovendo o acesso e usufruto de direitos e contribuindo para a melhoria da qualidade de vida. E o Coordenador da unidade do Rocio acrescenta também a importância da descentralização do público alvo. “Estamos atendendo a uma comunidade com focos de risco social e também jovens e adultos da área rural. É uma abrangência que quebra paradigmas e eleva o nível de cultura e conhecimentos dessas comunidades. Temos em cada um o dom natural pela culinária caiçara e tradicional que tanto agrada a quem nos visita e agora eles recebem treinamento para preparo de pratos mais sofisticados além de desenvolverem técnicas e normas de culinária de alto nível” explicou o Coordenador do CRAS Caio Colomi.

O curso de culinária tem cerca de um ano de duração, e as duas primeiras turmas com 20 alunos com idade variando entre 16 e 40 anos foi formada em março. No último dia 22/05 passaram por um teste literalmente de fogo ao prepararem um jantar para 50 pessoas em homenagem às mães do grupo da Terceira Idade do Bairro do Rocio. O evento com música ao vivo apresentada pelo Banda do Bem no salão da Terceira Idade, no Centro, contou também com a presença dos vereadores João Carlos Spínula e Nei Foratti, além de toda a Coordenação do CRAS e Departamento de Ação e Promoção Social e da prefeita Maria Elizabeth Negrão Silva.

Os alunos prepararam um Creme de Batata Maroa com Bacon como prato de entrada. O prato principal foi Penne com molho bechamel e espinafre e Frango com vinho e como sobremesa uma Salada de Frutas Tropicais com molho de iogurte com creme de leite. Além do trabalho na cozinha cada um também trabalhou na montagem e organização das mesas, posicionamento técnico dos talheres e adereços de mesa, preparo da área de serviço, recepção dos convidados e serviço de garçom. “No curso os alunos aprendem o preparo do menu desde a escolha dos temperos à combinação do cardápio e visual do prato até como montar uma mesa e servir. E foi maravilhoso ver o desempenho dessa turma, principalmente pela importância e tamanho do evento. Eles se saíram maravilhosamente bem e posso, sem exageros, dar uma nota dez a todos”, salientou a professora Márcia Helena Farias.

O público presente também concordou aplaudindo de pé o desfile dos culinaristas em grande estilo ao final do jantar.