Diretor de Cultura de Iguape será conferencista no Encontro de Educação e Patrimônio Histórico no Rio Grande do Sul

As possíveis relações entre Educação e Patrimônio Cultural têm apresentado resultados possíveis de serem identificados em importantes experiências por todo o Brasil. Com campo de atuação cada vez mais abrangente e potente, a intersecção de tais áreas tem se transformado em instrumento que possibilita o desenvolvimento de cidades em seus variados segmentos.

É com essa idéia que nos dias 3 e 4 de novembro, o Departamento de Educação Patrimonial da Secretaria do Patrimônio Histórico da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) promoverá o Encontro de Educação e Patrimônio Histórico: estratégias para o desenvolvimento de cidades na Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação.

Com objetivo de contribuir para ampliar o debate entre representantes de órgãos públicos, pesquisadores, profissionais e estudantes acerca da valorização do patrimônio cultural como eixo de transformação e desenvolvimento das cidades, o evento será composto por conferências e debates entorno das políticas públicas, ações das comunidades e pesquisas acadêmicas na área. Carlos Júnior, Secretário de Cultura de Iguape, conferencista convidado pela organização do evento, relatará o processo de Tombamento da cidade de Iguape/SP que, entre as experiências expostas e analisadas, desponta como um bem sucedido exemplo de gestão participativa do patrimônio cultural.

As inscrições estão abertas e o evento conta com o apoio dos Institutos do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional e do Grupo de Estudos em Memória, Museus e Patrimônio – GEMMUS, da UFRGS.

Para inscrições e mais informações acesse: www.predioshistoricos.ufrgs.br