Iguape será Patrimônio Cultural do Brasil

 

Agora é oficial, Iguape será declarada Patrimônio Cultural do Brasil no dia 3 de dezembro

 

            A prefeita de Iguape, Maria Elizabeth Negrão Silva, foi informada pessoalmente pelo presidente do Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional), Luiz Fernando de Almeida, que a cidade de Iguape será oficialmente declarada Patrimônio Cultural do Brasil. A declaração oficial será feita em sessão do Conselho Consultivo do Iphan, no dia três de dezembro, data em que o município comemorará 471 anos. O encontro da prefeita com o presidente do Iphan aconteceu em Ouro Preto-MG, no dia 21 de outubro, em solenidade de lançamento do PAC Cidades Históricas, que contou com a presença do presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, do governador de Minas Gerais, Aécio Neves, e ministros de estado. O diretor do departamento de Cultura, Turismo, Esportes e Eventos, Carlos Alberto Pereira Júnior, acompanhou a prefeita no evento.

 

            A reunião do Conselho Consultivo do Iphan, que é o órgão que analisa os pedidos de tombamento, acontecerá na cidade de São João Del Rei-MG. Também estarão na pauta do conselho os tombamentos da cidade de Paranaguá e do toque dos sinos da igreja Nossa Senhora do Rosário, de São João Del Rei.

            A atuação do Iphan na cidade de Iguape foi iniciada em 2007. No ano passado, a prefeita Maria Elizabeth e o diretor Carlos Júnior foram até a sede do Iphan, em Brasília, solicitar oficialmente o tombamento do município. A partir de então, os trabalhos do órgão foram intensificados na cidade e foi feito um minucioso inventário material e imaterial do município, com a participação dos moradores que, por meio de grupos de trabalho, apontaram quais eram os bens culturais mais representativos da história de Iguape.

            No início deste ano, o presidente do Iphan, Luiz Fernando, que também é presidente do conselho que analisa os tombamentos, visitou a cidade de Iguape e, na ocasião, afirmou que o patrimônio do município seria reconhecido. No mês de julho, a inauguração da Casa do Patrimônio em Iguape, a primeira do estado de São Paulo e a primeira com espaço físico próprio em todo o País, foram sinais claros de que o trabalho estava acontecendo de maneira correta e que o tombamento estava cada vez mais próximo. A Casa do Patrimônio funciona como um local de diálogo entre o Iphan e a sociedade, por meio de exposições, debates, oficinas e outras atividades relacionadas ao tema da preservação patrimonial.   

            O tombamento federal, além de colocar Iguape em um seleto grupo de cidades brasileiras, entre outros inúmeros benefícios ainda possibilita o acesso do município ao Plano de Aceleração do Crescimento (PAC) das Cidades Históricas que, segundo o presidente Lula, fará investimentos da ordem de R$ 890 milhões até 2012. Iguape está entre os 173 municípios do País que receberão recursos deste montante para recuperação e preservação do patrimônio histórico e cultural, que proporcionará o desenvolvimento do turismo e, consequentemente, o desenvolvimento urbano, econômico e social, resultando na melhoria da qualidade de vida da população.

            Iguape está entre as 11 cidades do estado de São Paulo que foram incluídas no PAC Cidades Históricas e o seu projeto, que está sendo elaborado pelos departamentos de Cultura, Turismo, Esportes e Eventos e de Obras da Prefeitura Municipal, é um dos que estão mais avançados e que são mais consistentes.

            O município também conseguiu ser inserido na Associação Brasileira das Cidades Históricas, que terá papel fundamental na articulação junto ao Governo Federal para as ações do PAC.

            Para o tão sonhado anúncio oficial do tombamento – que deverá ter como área de abrangência o Centro Histórico, o Morro da Espia e o setor Portuário (Canal do Valo Grande e Estuário Lagunar do Mar Pequeno) – em três de dezembro, em São João Del Rei, a Prefeitura está planejando eventos simultâneos na cidade de Iguape. A idéia é, por meio de um telão, transmitir ao vivo, direto da cidade mineira, a cerimônia do conselho.

            A prefeita Maria Elizabeth participará da solenidade em Minas Gerais, representando toda a população do município de Iguape, que oficialmente será elevado a Patrimônio Cultural do Brasil.

 

 

 

Assessoria de Comunicação da Prefeitura Municipal de Iguape

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *