Iphan debate com comunidade de Iguape ações para o patrimônio da cidade

 

Nesta quinta-feira, 29, a equipe da Superintendência do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) em São Paulo participa de uma conversa com a comunidade de Iguape para esclarecer os detalhes do recente tombamento da cidade como Patrimônio Cultural, Histórico e Paisagístico do Brasil. O evento será realizado às 18h30, na Câmara Municipal de Iguape, e contará com as presenças da prefeita municipal, Maria Elizabeth Negrão Silva, da superintendente do Iphan no estado, Anna Beatriz Ayroza Galvão, e do diretor do departamento de Cultura, Turismo e Eventos da Prefeitura, Carlos Júnior.

Os moradores poderão esclarecer todas as dúvidas sobre o processo de tombamento e as perspectivas para a cidade. O reconhecimento do Centro Histórico de Iguape como patrimônio cultural brasileiro, primeiro conjunto urbano do Estado de São Paulo a ser protegido em nível federal, foi fruto de trabalho de três anos do Iphan-SP na cidade. Anna Beatriz Galvão ressalta que, de forma pioneira, antes mesmo que o tombamento de Iguape acontecesse, foi inaugurada a Casa do Patrimônio, de modo a criar vínculos com a população e facilitar os trabalhos futuros. A Casa do Patrimônio surgiu da parceria entre a Superintendência do Iphan-SP e a Prefeitura Municipal de Iguape.

Iguape recebeu o tombamento federal em sessão do Conselho Consultivo do Iphan realizada no dia 3 de dezembro do ano passado, na cidade de São João Del Rei, Minas Gerais. A proposta de tombamento defendeu que a complexidade e a singularidade do patrimônio do Vale do Ribeira resultam da sua história, de seu povoamento, das estratégias e contingências econômicas, do território e das sociabilidades, que são sua paisagem cultural. A área tombada compreende o Centro Histórico, o antigo sistema portuário fluvial e marítimo, incluindo o Canal do Valo Grande, e o Morro da Espia.

No encontro desta quinta-feira, além da conversa com a população, ainda será exibido o vídeo “Iguape: a história do Brasil passa aqui”.

 

Homologação do Tombamento

A Prefeitura de Iguape e o Iphan estão se mobilizando para que a cerimônia de homologação do tombamento seja realizada durante o evento Revelando São Paulo Vale do Ribeira, que acontecerá de 2 a 6 de junho em Iguape. Também existe a possibilidade de, no decorrer do mesmo evento, ser realizado um encontro de Casas do Patrimônio de todo o País. O encontro seria semelhante ao que ocorreu em novembro do ano passado com a participação de Iguape, na cidade de Nova Olinda, no Ceará.

 


Fonte: Depto de Comunicação da PMI

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *