Meta do município de Iguape é vacinar 80% das pessoas antes do prazo final

Com o tema “Quem Lembra da Vacina se Protege da Gripe”, a Campanha 2013 se realizará no período de 15 a 26 de Abril, sendo o dia 20 de Abril (sábado), o grande dia de mobilização nacional. A vacina protege contra três subtipos do vírus da gripe que mais circularam no inverno passado (A/H1N1; A/H3N2 e influenza B).

De acordo com o Ministério da Saúde, não existe ainda uma vacina capaz de eliminar a transmissão da influenza, já que o vírus é mutável e tem muitos subtipos, por isso, o objetivo da campanha é prevenir e reduzir os casos graves, as internações e as mortes.

Confira as Unidades para vacinação e não se esqueça de levar a carteirinha de vacina:

 

LOCAL

HORÁRIO

UNIDADE MISTA – Centro

08h00 às 17h00

Unidade do PSF Aeroporto – Rocio (Postinho)

08h00 às 16h00

Unidade do PSF Central (Postinho)

08h00 às 16h00

Casa da Saúde da Mulher (Rocio)

08h00 às 16h00

Unidade do PSF da Barra do Ribeira (Postinho)

08h00 às 16h00

Unidade do PSF do Icapara (Postinho)

08h00 às 16h00

Unidade de PSF Cavalcante (Postinho)

08h00 às 16h00

Unidade de PSF Itimirim II (Postinho)

08h00 às 16h00

Unidade de PSF do Posto Relâmpago (Postinho)

08h00 às 16h00

E.E. Professora Dinorá Rocha

(Porto do Ribeira)

08h00 às 16h00

 

Crianças de 06 meses até 02 anos de idade, pessoas com 60 anos ou mais, gestantes, mulheres no período pós-parto, profissionais da Saúde, portadores de doenças crônicas (estes precisam apresentar prescrição médica no ato da vacinação) e população carcerária, são considerados o grupo de risco. Engrossam essa lista os indígenas, que são vacinados por enfermeira da Funasa.

O Departamento Municipal de Saúde orienta que medidas simples contribuem para a prevenção, por exemplo, se estiver com sintomas da gripe, proteger a tosse e o espirro com lenços descartáveis; lavar as mãos várias vezes ao dia, principalmente depois de tossir ou espirrar; não compartilhar alimentos, copos, toalhas e objetos de uso pessoal; evitar contato com pessoas doentes e aglomerações e não usar medicamentos sem orientação profissional. A automedicação é prejudicial à saúde.

Também é importante lembrar que mesmo pessoas vacinadas, ao apresentarem os sintomas da gripe como: febre alta repentina (acima de 38°C), tosse, acompanhadas ou não de dores de cabeça, musculares, nas articulações ou dificuldade respiratória, especialmente se são integrantes de grupos mais vulneráveis às complicações devem procurar, imediatamente, o médico. O objetivo é possibilitar que médico avalie a necessidade de prescrever os antivirais específicos para a gripe, se necessário, disponíveis de forma gratuita nas unidades da rede pública, de acordo com o protocolo de tratamento da influenza, produzido pelo Ministério da Saúde.

Outro alerta é para quem tem entre 02 e 59 anos, fora da faixa de pessoas vulneráveis, para que procure seu médico com antecedência para obter a prescrição da vacina. Apresentação será obrigatória durante a campanha.

A Campanha é promovida pelo Ministério da Saúde, por meio da Secretaria de Estado de São Paulo, em parceria com a Prefeitura Municipal, com a supervisão da Vigilância em Saúde.