O SACI DA VOLTA DO SARAIVA

 

Descrição: No lugar chamado Volta do Saraiva, numa das margens do Ribeira, morava um casal de caboclos que atendiam pelos apelidos de Batata e Nhá Tuca. Certo dia, Batata resolveu passarinhar, levando consigo sua inseparável espingarda pica-pau, embrenhando-se no mato. Após abater os pássaros, prendia-os com um cipó, pelo pescoço, à cintura. Nesse dia, pela primeira vez, singrava o Ribeira o vapor São Pedro, que, ao se aproximar da Volta do Saraiva, ecoou no ar seu estridente apito. Nisto, Nhá Tuca, desesperada, pois nunca ouvira tal ruído, saiu gritando pelo mato à procura do marido. Este também, ao ouvir o apito, parou de passarinhar e saiu correndo assustado pela mata. O casal, muito supersticioso, pensava que se tratava do ruído produzido por um Saci. Então, no meio do mato, os dois se encontraram e, tremendo de medo, abraçaram-se. Foi então que, olhando para a cintura de Batata, viram apenas um monte de cabeças de passarinhos amarradas. É que, na pressa, o caboclo foi caindo pelo chão e se machucando nas árvores, de modo que restaram apenas as cabeças das aves, ficando os corpos pelo caminho. Passado o susto, voltaram para casa amaldiçoando o Saci por aquele susto tremendo e pela perda dos pássaros…

COMENTÁRIOS VIA FACEBOOK

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *