Obras de requalificação da orla chegam a 16% de sua totalidade

IMG_4810 IMG_4813 IMG_4819

Ilha Comprida – Iniciadas no dia 11 de maio, as obras de Requalificação da Orla Marítima da Ilha avançam e chegam a 16% de sua totalidade. Na atual fase, está em construção o deck do primeiro mediador instalado na Av. Beira Mar, na altura do número 11.000 ( em frente à Prefeitura).  Mediadores são decks de madeira com estruturas que incluem ponto de ônibus, bicicletário, serviço de apoio com sanitários, espaço comercial e passarelas suspensas que atravessam a zona de vegetação e levam à praia protegendo, assim, o sistema de dunas da orla.

Com extensão entre 100 a 130 metros, elas chegam próximas ao mar e têm iluminação interna, o que permite passeios noturnos. Estão projetados mediadores nos seguintes locais: Balneário Monte Carlo (em frente à Rua Tampico ; Mediador dos shows no Britânia ( entre as ruas Tino Gonçalves Vaz e Júlio de Almeida – sem cobertura e passarela); Balneário Britânia (entre as ruas Antônio Menendes e Luiz Junceiro Mota); Balneário São Martinho (Rua José de Anchieta); Balneário Marusca (em frente à rua Godofredo Viana Filho); Balneário Icaraí (entre as ruas Franca e Araraquara) e Balneário Meu Recanto (entre as ruas Dante Aliguieri e Iguape).

A requalificação é realizada em trecho de 3.2 km entre a Rua Rio de Janeiro, no balneário Adriana, até a Rua Tijuana, no Balneário Monte Carlo. As obras compreendem a construção de calçadas de quatro metros, mais três metros de área de segurança e igual medida de ciclofaixas. A expectativa é que a Requalificação da orla represente uma nova dinâmica para a cidade e para o turismo, uma vez que ela cria novos espaços de lazer, esportes e entretenimento para a população e turistas. Licenciada pelos órgãos ambientais, a obra – em execução pela empresa BLK Construções & Empreendimentos – tem os objetivos de conservar um dos maiores patrimônios da Ilha, que são as dunas, e incentivar a circulação de pessoas e bicicletas ao longo da orla.
Com prazo de 18 meses para sua finalização, a Requalificação é assinada pelo arquiteto Marcos Boldarini, especialista em obras de interesse social e ambiental e premiado internacionalmente pela qualidade de seus trabalhos. A obra atende a acessibilidade em toda a sua concepção.