Prefeitura aperta o cerco contra a Dengue e vai multar quem desrespeitar regras de controle do mosquito

Iguape – A Prefeitura de Iguape com o propósito de previnir e eliminar possíveis criadouros do mosquito da Dengue instituiu o PROGRAMA MUNICIPAL DE COMBATE E PREVENÇÃO DA DENGUE pelo Decreto Lei Municipal nº 2.066/11. Segundo a Lei, os munícipes que permitirem a instalação e proliferação dos vetores causadores da dengue serão multados. O Decreto também autoriza, mesmo sem o consentimento do morador, a entrada dos agentes devidamente identificados nas áreas externas dos imóveis.

Desta forma, todo cidadão que deparar com qualquer recipiente que acumule água limpa e parada deve tomar as providências de praxe, ou poderá ser denunciado e punido nas formas da Lei. Por outro lado qualquer suspeita de contaminação por Dengue, como febre alta, dor de cabeça, dor nas articulações, dor nos fundos dos olhos e manchas vermelhas pelo corpo deverá ser imediatamente comunicada à Unidade de Saúde mais próxima de sua residência. Segundo dados da Vigilância Sanitária Municipal a proliferação do mosquito transmissor cresceu nos últimos meses tornando a situação ainda mais preocupante.

O Setor de Vigilância em Saúde está trabalhando com os Agentes de Controle de Vetor, devidamente identificados, visitando todas as residências da zona urbana do município numa ação conjunta com os fiscais municipais. A intenção é aplicar o Código de Condutas e Posturas da Lei Orgânica Municipal para que os técnicos tomem providências em relação aos terrenos em condições higiênicas irregulares.

Receita de Repelente Caseiro

Uma medida eficaz de evitar a aproximação e a picada do mosquito é o uso de repelentes encontrados à venda no comércio. Para quem preferir há várias receitas domésticas, muitas delas bastante eficazes e econômicas. A Sociedade Amigos do Bairro do Rocio – SABRO/Projeto GALERA – dá uma dica testada e aprovada pelo Departamento de Saúde à base de álcool, cravo da índia e óleo corporal.

Ingredientes: ½ litro de álcool, 01 pacote de cravo da índia (10g) e 01 vidro de óleo corporal (100ml – pode ser de nenê, amêndoas, camomila, erva-doce, aloe vera).

Modo de fazer: Deixe o cravo curtindo no álcool por 4 dias, agitando de manhã e de tarde, depois pegue só o líquido dessa mistura e adicione o óleo corporal.

O Departamento de Saúde de Iguape está atendendo para orientações, denúncias e esclarecimentos no seguinte endereço: R. Tenente Coronel Jeremias Muniz, 56 – Centro ou pelo telefone 3841-1444.

Fonte: Assessoria de Imprensa – PMI

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *