Prefeitura de Iguape declara guerra ao lixo nas ruas

Depois de inspecionar e mapear toda a região central e periferia  a Prefeitura de Iguape iniciou esta semana um amplo programa de limpeza  urbana visando combater focos de entulho, acumulo de lixo de descartes domésticos e sujeira em calçadas e sarjetas. Para tanto está disponibilizando oito caçambas metálicas padronizadas para recolher todo o material de descarte que hoje fica jogado indiscriminadamente na frente de várias residências. As caçambas serão oferecidas em princípio, gratuitamente desde que o morador faça agendamento prévio. A medida tem como objetivo evitar a proliferação de insetos e roedores, além de contribuir com o meio ambiente e a beleza paisagística da cidade.

 

A prefeita Maria Elizabeth Negrão Silva depois de ouvir queixas de moradores e percorrer vários bairros de Iguape chamou suas equipes de fiscalização e de Obras quando foi decidido implantar o esquema de coleta. “O descarte sem critério de entulho e material inservível vem se tornando um péssimo hábito. É como se fosse uma obrigação da prefeitura ir retirar o que as pessoas jogam nas calçadas. Não é assim que tem de funcionar. A Administração não quer de forma alguma se eximir de sua responsabilidade de dar destino a qualquer tipo de lixo, mas vamos impor regras e dar condições para que o descarte jamais cause danos ao meio ambiente, aos vizinhos e à saúde”, alertou a prefeita.

 

Desta forma ficou acertado que em princípio serão disponibilizadas oito caçambas padronizadas que ficarão à disposição da população gratuitamente. “Mas há uma regra importante. O morador deverá solicitar e agendar no Departamento de Obras a utilização do serviço de coleta e somente com a chegada do equipamento é que poderá depositar entulho e material inservível. Para cada caso haverá um tempo para a permanência do equipamento e o material recolhido terá destino adequado sem prejuízo ao meio ambiente”, explicou a prefeita.
Hoje a situação do lixo jogado em calçadas, sarjetas e até invadindo o leito carroçável tomou proporções intoleráveis se tornando uma questão principalmente de Saúde Pública. “Quando o entulho, móveis, pneus, vasilhames, papéis, restos de podas, entre outros ficam amontoados por muito tempo em qualquer lugar isso vira moradia e criadouro de mosquitos, aranhas, ratos e outros bichos nocivos à Saúde. Portanto esta iniciativa vai ajudar no combate à Dengue, por exemplo, e outros problemas inerentes dessa prática indesejável” destacou a Diretora do Departamento de Saúde Karoline Oliveira de Souza Araújo.

 

Fiscalização e penalidades  
Com a disponibilização das caçambas gratuitamente e os agendamentos para descarte de inservíveis a Prefeitura espera também mudar a paisagem urbana e a segurança de pedestres que hoje são obrigados a andar no meio da rua para desviar dos entulhos que tomam as calçadas. “Mas em contrapartida estaremos intensificando a fiscalização e multaremos quem colocar entulho em calçadas ou deixar o lixo doméstico exposto fora dos horários estabelecidos para a coleta”, advertiu a prefeita.   

 

A Prefeitura informa que o agendamento  para requisição das caçambas pode ser feito diretamente no setor de Obras, no prédio do Paço Municipal, à Rua: XV de Novembro, 272 – Centro ou pelo telefone: 3848-6771/6789.

 

A Prefeitura reforça que o lixo doméstico não faz parte de deste programa continuando a ser recolhido regularmente de segunda, quarta e sexta nos horários conhecidos de cada bairro. A Administração adverte também que o cidadão deverá fazer a sua parte, tanto na obediência das regras municipais para descarte de lixo e inservíveis, como também agir como agente fiscalizador denunciando abusos e focos de entulhos.

 

Povo ordeiro, cidade limpa, saúde e bem-estar de todos.