PRF e Polícia Civil realizam operação na divisa

nota056_14No dia 18 de dezembro de 2014, durante operação conjunta entre a PRF e a Polícia Civil, foram apreendidos produtos importados ilegalmente e uma habilitação aparentemente falsa foi apreendida. Além disso, com um Inspetor da Polícia Civil do Rio de Janeiro, foram apreendidas 11 pistolas calibre 9 mm de uso restrito, sendo seis com numeração raspada, 4 quilos de espoletas e 50 munições para pistolas calibre 40, todas importadas ilegalmente do Paraguai. A operação foi desenvolvida na Unidade Operacional PRF Inspetor Sousa, km 525 da Régis, município de Barra do Turvo, divisa com o Estado do Paraná.

Às 08:30, Policiais abordaram um ônibus de linha regular que vinha de Curitiba e ia para São Paulo. Ao vistoriarem o interior do bagageiro do veículo, os policiais encontraram vários produtos importados. Através do ticket da bagagem, identificaram o proprietário como sendo um passageiro do ônibus, um desempregado de 34 anos que reside no Rio de Janeiro. Questionado, admitiu que importou os produtos sem o devido registro na Receita Federal.

Após o registro do crime de Descaminho e da apreensão dos produtos, o desempregado foi liberado.

Ao todo foram apreendidos 42 equipamentos eletrônicos, 10 itens cosméticos e 01 item de informática. Os bens serão encaminhados à Alfândega de Santos.

Às 08:40, Policiais abordaram o automóvel importado Volvo modelo S40 com placas de Londrina/PR, ora conduzido por um profissional autônomo de 48 anos. Ao pesquisarem sua habilitação no sistema do Detran, constataram que não havia registro em seu nome. Apesar de não admitir, suspeita-se que o documento possa ser falso.

Logo após o registro do crime de Uso de Documento e da apreensão da habilitação, o autônomo foi liberado para responder criminalmente em liberdade. Durante a apuração, a habilitação será periciada para verificar a sua autenticidade.

Às 09:45, Policiais abordaram um ônibus de linha regular que vinha de Curitiba e ia para São Paulo. Ao vistoriarem o interior do bagageiro, os policiais encontraram diversas armas e munições. Além disto, espoletas também foram encontradas. Elas são usadas para fabricação de munições. Através do ticket da bagagem, identificaram o proprietário da bagagem como sendo um dos passageiros do ônibus, um Inspetor da Polícia Civil do Rio de Janeiro. Com ele haviam mais armas. Questionado, admitiu que adquiriu os produtos controlados no Paraguai e os revenderia a amigos na cidade do Rio de Janeiro.

Após o registro da prisão em flagrante por tráfico de armas, o policial foi recolhido ao Presídio da Polícia Civil de São Paulo, sediado na capital.

Ao todo foram apreendidas 11 pistolas de calibre 9 mm de uso restrito das forças armadas, sendo que 06 estavam com a numeração raspada, 04 quilos de espoleta e 50 munições para pistola 40, usado pela maioria das polícias brasileiras.

Participaram desta operação PRFs da Delegacia PRF de Registro.