PRF finaliza Operação Semana Santa sem registro de mortes


Entre os dias 13 e 16 de abril de 2017, em todo o Brasil, a Delegacia PRF de Registro, que responde pelo trecho da Régis trecho da Régis entre os municípios de Juquiá e Barra do Turvo – do km 407 ao km 569, desencadeou mais uma Operação Semana Santa. Além de não ter registrado nenhuma morte no período, ainda conseguiu recuperar um veículo roubado e apreender quatro filhotes de tartaruga transportados ilegalmente e 10 cheques aparentemente clonados. Além disso, um casal, suspeito de envolvimento em estelionatos, também foi preso em flagrante.

TRÂNSITO

Durante o período da operação não foram registrados acidentes com mortes ou vítimas graves. Foram registrados somente 03 acidentes sem vítimas ou com vítimas sem ferimentos graves, num total de 01 vítima com ferimentos leves.

Porém, para atingir tais números, houve um grande esforço de fiscalização. Foram 3.876 flagrantes por excesso de velocidade, todos com os radares fotográficos da PRF, e 660 pessoas e veículos foram fiscalizados. Além disso, 189 pessoas passaram por palestras de educação para o trânsito e 279 por testes de alcoolemia com bafômetros (etilômetros), sendo que nenhum motorista foi reprovado neles.

Grande evasor de pedágio retido

No dia 16, por volta das 10:30, PRFs em serviço na Unidade Operacional PRF Inspetor Sousa, km 525 da Régis, após receberem informação da concessionária que administra a rodovia, abordaram o caminhão Volvo VM270 de cor vermelha e placas de Caoninha/SC, ora conduzido por um motorista profissional.

Ao fiscalizaram o veículo, tomaram conhecimento que haviam 415 evasões dos pedágios da Régis registrados para o veículo, um débito total de R$ 3.735,00. Questionado, o motorista disse que ele sempre pagava os pedágios, indicando o antigo motorista como responsável pelas evasões.

Responsáveis da concessionária compareceram no local e promoveram a cobrança devida, sendo liberado o veículo em seguida.

COMBATE AO CRIME

Durante todo o período, o foco da PRF foi as ações preventivas de combate aos furtos e roubos de usuários, especialmente em trechos sinuosos com vastas comunidades lindeiras, locais mais propensos a tais ocorrências, devido aos congestionamentos decorrentes de acidentes de trânsito. No período, nenhum caso de roubo ou furto foi registrado.

Caminhonete roubada é recuperada

No dia 13, por volta das 04:50, durante patrulhamento na altura do km 568 da Régis, em Barra do Turvo, PRFs notaram a caminhonete Renault Master de cor branca e placas de Barueri/SP estacionada fora da pista. Ao se aproximarem, notaram que um dos vidros estava quebrado e que o motorista não estava nas proximidades. Após consultas, constataram que havia uma queixa de roubo para ele, registrada no dia anterior. Por este motivo, o veículo foi apreendido e será devolvida ao seu proprietário, assim que ele se apresentar.

Casal é preso por suspeita de envolvimento em estelionatos

No dia 16, por volta das 09:00, PRFs em serviço na Unidade Operacional de Registro, km 439 da Régis, após denúncia, tomaram conhecimento que o motorista de um caminhão que estava nas proximidades poderia estar envolvido em Estelionatos, pois estava passando cheques clonados para abastecer o veículo.

Às 09:20, os PRFs observaram a aproximação do veículo suspeito, um caminhão Iveco Tector de cor branca e placas de Ponta Grossa/PR, sendo parado imediatamente na Unidade PRF que recebeu a denúncia. No caminhão, estavam o motorista, um homem de 39 anos, e sua esposa, esta com 29 anos.

Após buscas ao interior do veículo, os PRFs encontraram 10 folhas de cheque, sendo duas preenchidas e outras 08 em branco, todas em nome de pessoas diferentes, nenhuma em nome do casal. Das em branco, o condutor e sua esposa não souberam explicar a orígem dos cheques. Além disso, os PRFs encontram 04 filhotes de Jabutí em uma caixa. Questionado, o casal disse que os adquiriu na Bahia, não possuindo qualquer autorização ambiental para os transportar, já que são animais silvestres.

Durante o registro das ocorrências, um dono de posto de combustíveis do município de Juquiá apresentou-se e disse que o casal já havia passado cheques clonados em seu estabelecimento para quitar um abastecimento. Além disso, os cheques que estavam em posse do casal também tinham indicativos de serem clonados.

Após o registro do flagrante por Estelionato e por Crime Ambiental, o casal foi liberado para responder criminalmente em liberdade, mas somente após pagar fiança no valor de R$ 2 mil cada um.

Participaram dessa operação PRFs da Delegacia de Registro e da Superintendência da PRF em São Paulo.

COMENTÁRIOS VIA FACEBOOK

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *